• Gustavo Sette

Analfabetismo financeiro e previdenciário: alerta importante!

Matéria de capa da VC SA destaca o despreparo dos profissionais em relação ao futuro financeiro. Falta vontade, informação, planejamento e conhecimentos básicos para aquilo que a matéria chama do inevitável encontro entre o “VOCÊ” de hoje e o “VOCÊ” de 65 anos.




Olhando para herdeiros de famílias empresárias com quem trabalho, costumo encontrar em alguns casos alguns alertas adicionais:


  • Alguns costumam delegar aos pais 100% dos assuntos financeiros, jurídicos e contábeis, de forma que sabem muito pouco das próprias finanças, vontades e riscos.

  • Muitos não correm atrás, não estudam, não aproveitam as oportunidades para estudar, aprender e até mesmo arriscar-se em investimentos e em negócios, enquanto há uma família estruturada para apoiar.

  • Acham que herança é algo líquido e certo, quando na verdade não passa de uma expectativa.

  • Se a expectativa se confirmar e ele herdar uma bolada, junto com o dinheiro virá muito trabalho, alta complexidade legal e tributária e muita incerteza. Aprender tudo isso leva tempo.

Sucessores e executivos bem resolvidos entendem que conhecer de investimentos, legislação e planejamento pessoal é indispensável e indelegável.


O sucessor não deve rejeitar o que os pais pensam e planejam sobre investimentos. Deve, ao contrário, entender do assunto e tomar as próprias decisões. Eu mesmo já fiz investimentos junto com a minha família e, em outros, fiquei de fora pois não se encaixavam às minhas expectativas de risco e retorno.

A matéria da VC SA acerta ao fazer o alerta e elencar os riscos da previdência pública e privada, mas me parece rasa ao fazer recomendações que ignoram a idade / fase da vida e, acima de tudo, são 100% centradas na economia e moeda do Brasil, quando hoje temos tantas opções de diversificação em economias mais seguras.

Para quem está no básico – ou seja, a maioria das pessoas, recomendo a leitura. E para quem quer fazer um plano pessoal de desenvolvimento e planejamento, é um dos temas que tenho trabalhado com sucessores e jovens executivos.

VC SA, edição de abril de 2022.

3 visualizações0 comentário